COLUNA O MOMENTO

Jocol Série “A”
Contrariando os prognósticos da mídia esportiva e de quase toda a classe futebolística de Lages, o trio de peladores do Ájax/Assolan: Pardal, Werner Assolan e o “marrento” do Wilson Cinturinha, conseguiram manter o time na série “A” do Jocol. Há quem diga que o jogo foi vendido pelo CRB/ITP/Luma Lanches/CFC Brasil. Outros dizem que foi “golpe de sorte” e há até quem diga que o trio mereceu, por toda a gozação que sofreram nos últimos dias. Quem tem a razão eu não sei, até porque não perdi tempo em assistir a esse jogo, tinha como certa a vitória dos “pasteleiros”.
SERÁ QUE O ASSOLAN COMPROU O JOGO?????
 Na segunda-feira Assolan e Pardal cumpriram itinerário pelas rádios da cidade, onde agradeceram a mensagens de apoio e devolveram um pouco das cornetas. Confesso que senti falta do Wilson Cinturinha, este sim adora caçoar dos outros e quando a “batata” é jogada para o seu lado agrava quem está na frente e sai à surdina. Fazer o que? Coisas do futebol e de pessoas ignorantres, afinal, os jogos de Independente Bela Vista e Juventude/Penharol não eram fáceis. Na outra chave a surpresa ficou por conta do Panorâmico (o time não era ruim) já que o Industrial entrou em campo com mínimas chances. Com o afunilamento da competição, nessa segunda fase o destaque fica por conta dos clássicos, portanto, ainda é difícil apontar favoritos.    
Série B
Pela divisão intermediária do Jocol a rodada ainda mais foi movimentada, teve quase  de tudo. O primeiro destaque foi a goleada do Sevilha sobre Habitação, 05 a 01, com supremacia e garantia de classificação. O Colorado Guarujá merece a salva de palmas da rodada, juntamente com o Sport, porque mesmo rebaixados foram a campo e só jogaram bola. O São Carlos venceu o arqui-rival Figueirinha, que com toda a sua tradição e disputa de títulos acabou indo parar na série C. O Vila Mariza empatou com o CSK e acabou como vice do rival Juvenil do torcedor “mais chato” de Lages, Paulo Nigéria, que sorria a toa com o resultado, já que também empatou em 00 a 00 com o La Corunã. Agora a parte que ainda pode render muitas idas e vindas ao Tribunal de Justiça Desportiva de Lages – Como ficam as situações de Porto e Passo Fundo? Na chave A o Porto já estava na série C, porém, o Passo Fundo não, com o WO, existe-se a fração de pontos, sendo que rola nos bastidores, a possível classificação do SER Palmeiras, já que uma determinada equipe classificada teria utilizado jogador irregular. E por fim, a “polêmica” derrota do Lages para o Frei Rogério, segundo o presidente do Lages, desta forma resta esperar para ver.   

Série C
Já o Mobral do futebol varzeano de Lages começou a segunda fase com jogos de placares nivelados, venceu quem errou menos ou que teve mais sorte. A maior goleada foi aplicada pelo SER São Cristóvão, que venceu por 06 a 02 o Real Popular. Depois disso, só o 04 a 01 do Santa Cruz sobre o Ferrari. Nos demais, jogos de placares apertados e com muitas “lambanças” de alguns árbitros e bandeirinhas, que começam as partidas com um critério e quando os ânimos se acirram, não tem o “peito” de manter o critério de punição vindo a aplicar o “temido” cartão vermelho. Aliás, no jogo Associação Frei Rogério 03 a 00 São Bento, um fato bem pitoresco rendeu boas risadas. Num determinado lance de velocidade, o jovem atacante do Frei Rogério deixou parte da zaga na “poeira” e ao sair em direção ao gol, levou uma criminosa “voadora” (se acerta de jeito tinha quebrado). Tudo bem, foi expulso, não reclamou, estava consciente do erro. Pior foi depois, quando o mesmo trocava de roupas, apareceu pelo menos cinco viaturas da Polícia Militar, mais o PPT. É que o árbitro do jogo se precaveu e muito provavelmente alguém exagerou ao comunicar o batalhão, o nobre zagueiro e mais uma centena de torcedores começaram a rir da situação. Bom, pelo menos mostrou que a PM está a atenta, nada de confusões no Jocol.
Coremax ganhou novo uniforme
Quem também promoveu reunião para celebrar a desportividade, foram os funcionários da empresa Coremax, que por iniciativa de Ademir Aguiar, o popular “Tuca”, também conhecido como “arroz de festa” (não perde uma comemoração de times), ganharam um novo uniforme para a disputa dos Jogos do Sesi. Aliás, o kit formado por camisetas, calções e meias, ambos em cores vermelho e branco, tiveram os patrocínios das empresas: Supermercado Schmidt, Rádio Guri, Churrascaria Candiago, Wiatec, Matias Ribeiro, Sitipel e da própria Coremax. O refeitório da Casa do Trabalhador no Centro de Lages foi o local de entrega, com a presença de parte dos patrocinadores. Como de praxe, cada patrocinador recebeu uma lembrança da parceria, sendo que o número maior da noite foi o do presidente do Sitipel, Pedro Paulo de Oliveira, o popular “Tomatão”, um dos maiores atacantes da história do futebol lageano, que adotou o n° 45, em homenagem a sua idade. E olha que ele é comunista viu, o 45 é dos tucanos. Mas como o futebol não tem partido, o que valeu foi a intenção, a iniciativa dos parceiros, afinal, a equipe da empresa Coremax junto aos jogos do Sesi, hoje agrega um dos principais plantéis, sendo que jogadores como Pékos, Emerson Vaca, Ronei, Adriano Cueca entre outros, formam a equipe  que tem no Futebol Sete a maior  força da temporada local.
                                                                                             
Confraternização do Ouro Verde F.C
Na última sexta-feira à noite estive na casa do amigo Cláudio Arruda (foto), no bairro Cepar, aonde acompanhei parte da confraternização do Ouro Verde F.C., clube estreante nos Jogos Comunitários de Lages – Jocol. Na oportunidade, atletas do futsal feminino, voleibol feminino, atletismo e vôlei de areia, tiraram fotos com as premiações já conquistadas, encurtaram os laços de amizades, e de quebra, ainda saborearam um suculento churrasco, que só para lembrar, solidificou a promissora parceria com o grupo, já que segundo contam, devem ser ampliadas na próxima temporada. 
Ou seja, no ano da Copa do Mundo a meta de Cláudio ao lado de alguns parceiros, é participar da maior competição amadora do Sul do País, em pelo menos 15 modalidades. Em outras palavras, nove a mais do que este ano. Entre os objetivos que primam pela qualidade de vida associada, está a busca por um dos três troféus do Geral. Nesta temporada, o Ouro Verde ainda participará do Garota Jocol com duas candidatas e também do Campeonato de Sênior da Liga Serrana de Futebol (LSF), onde nos últimos dois anos ficou com a terceira colocação, despontando como uma das gratas surpresas, nos quesitos: organização, participação e desportividade. 
Garota Jocol e Produto Nacional

Depois de Agessander Belezinha, esta semana foi a vez do popular “Tio Zé”, presidente da União das Associações de Moradores de Lages e Danny Muller, Cabeleireira e uma das patrocinadoras de nossa página, também confirmarem presença na edição 2013 do evento, que acontece dia 10 de agosto na Movimento Shows e Eventos. Doze clubes já garantiram modelos entre as 30 vagas disponibilizadas, sendo que equipes que não tiveram representantes, mas que queiram participar, a produção em parceria com alguns professores de passarela na cidade está disponibilizando candidatas. Detalhe - o único compromisso nessa parceria, é que o presidente de clube terá que arcar com as despesas de candidata, ou seja, como transporte e roupas. E uma das novidades do evento, será a participação especial do grupo Produto Nacional que logo após o desfile anima a noite com seus principais hits. As fichas de inscrições continuam sendo distribuídas pelos organizadores, Fábio Riscaroli (49) 9997.3209 e Adriano Meira (49) 9128.8005, que estarão entregando com apoio da Fundação Municipal de Esportes, cerca de R$ 7 mil em premiações, entre valores em dinheiro, tabletes e troféus para todas as participantes. 

0 comentários:

Postar um comentário