NATAÇÃO

Vander Gonsales transforma o cenário da natação lageana
FONTE: Correio Lageano
A experiência de 21 anos à frente de equipes de natação deu a Vander Gonsales a chance de mudar o panorama da modalidade em Lages. Arrumou a casa, federou os nadadores e formou vencedores. Em 2013 um dos pupilos foi prata no brasileiro nos 100 metros peito, premiação que faltava para a cidade e ao Caça e Tiro. Vander chegou a Lages em 1994 e começou um trabalho de competição, mas encontrou uma estrutura carente de piscina adequada. Com pouco tempo para treinar a equipe, os resultado vieram de acordo com o tempo e estrutura que tinha. Ele deu continuidade a um trabalho que existia com 12 a 13 atletas, uns 3 ou 4 bons com potencial importante.


Na época não havia interesse do clube em filiar-se à Federação. Ficou de 1995 até 2000 nadando em competições não federadas. Os resultados não eram computados para o ranking oficial. A princípio treinava na academia Maraton. Conseguiu quatro atletas de prestígio, mas nadando federados por um clube de Blumenau. Isso foi de 98 a 2000. O Caça possui nadadores campeões estaduais, sul-brasileiro, recordistas estaduais, medalhistas na Copa Mercosul,  Olesc, Joguinhos, Jogos Abertos, medalhista brasileiro de seleção e brasileiro escolares de clubes. Premiação por revelação e destaques.
Temporada 2014 reserva mais de 22 torneios
 “Em 2014 vamos tentar buscar mais recursos, apoio, alguma entidades que leve a natação mais a sério, e que  realmente perceba a importância e retorno de ter o nome da sua empresa ligada a uma equipe esportiva”, projeta Vander ao salientar que busca a excelência de resultados e principalmente trabalha e investe em crianças e adolescentes. O técnico explica que as expectativas são sempre positivas porque seu trabalho almeja  alternativas para que o atleta continue evoluindo. “Iniciamos 2014 com trabalhos de exercícios funcionais para melhorar o nível dos nadadores”, afirma. Para o paulistano de Flórida Paulista, o ano de 2013 foi muito especial. Viu um dos seus discípulos, o Pedro Mattoso garantir o vice-campeonato brasileiro nos 100 metros peito.
Calendário: 
As competições desta temporada serão divulgadas na última semana de fevereiro e a previsão é que os torneios iniciem-se  no final de março ou início de abril. Enquanto isso, a equipe do Caça e Tiro trabalha a forma física e técnica parcerias e o nível técnico.  Sob o comando de Vander estão 33 atletas que vão da categoria pré-mirim a adulto.


0 comentários:

Postar um comentário