Sem campeonato de sênior em 2015????????

Presidente da LSF pensa em não fazer competição

Visito a FME de Lages na manhã de hoje e numa conversa informal com o presidente da Liga Serrana de Futebol – Lauremir Savédra, o popular “Láli”, ele me confidenciou que pretende não realizar o Campeonato de Sênior este ano. O motivo seria as lamentáveis cenas ocorridas na última decisão da competição. Ou seja, dirigentes e alguns jogadores passaram dos limites. Além de palavrões, troca de insultos e entradas desleais, saíram reclamando da competição.

Detalhe – 
Um dos pontos que até me ausentei de comentar, mas vou tocar no assunto foi a péssima arbitragem do Nilton “Três Pernas”, que, talvez, num dia infeliz, realizou umas de suas piores atuações. Tudo que citei acima ele deixou acontecer e mais um pouco. Tanto que as duas equipes saíram reclamando de sua atuação.
Nilton deixou os treinadores e suplentes praticamente tomarem conta do jogo. Uma expulsão e uma meia dúzia de cartões amarelos com certeza, já resolvia. 
Faltam árbitros....
Aliás, essa partida não era para ser dele. Maycon Carneiro era o escolhido, já que os demais, como o pequeno “cowboy de pônei”, Charles Neves, que apitou a decisão do Jocol da série A seria o mais recomendado, foi vetado junto com mais outros pelo próprios dirigentes dos clubes finalistas. Maycon viajou e Nilton foi a solução aceita pelos clubes, porém que virou desastrosa. Não que ela seja um mau oficial de arbitragem, simplesmente sumiu no jogo que poderia ter solidificado sua carreira.
Láli assistiu a tudo, no detalhe ele aparece ao lado de Armando Mello Jr e de Canani. Detalhe: O que ele pode fazer na hora, foi chamar atenção do árbitro, atletas e dirigentes durante a premiação.....o campeonato de sênior sempre foi o espelho em disciplina, torcedores, flair play, mas esse ano a "inflação" de alguns clubes, ou seja, pagando jogadores para vestir determinadas camisas, com certeza, manchou a competição . E se eu tiver errado me corrijam.
 
Jocol comprometido.....
Falando em solidez, o Jocol 2015 está comprometido no quesito arbitragem de futebol de campo. Ou seja, o quadro de árbitros é escasso, muitos que são exceção, em outras palavras, que conseguem tocar jogos sem problemas estão desistindo. Seja pela violência de torcedores, dirigentes e atletas, ou por problemas pessoais.



0 comentários:

Postar um comentário