Seleção de Lages inicia atividades falando em títulos

Na próxima quarta-feira, às 22 horas, acontece no Ginásio de Esportes Jones Minosso, a segunda apresentação do plantel que irá representar Lages em competições como Copa Amures e Jogos Abertos. As competições acontecem somente no segundo semestre, mas um acordo entre o superintendente da Fundação Municipal de Esportes, José Capela, e o treinador Marquinhos Reis, antecipou o estágio de treinamentos, já que a maior preocupação de ambos consiste na preparação física dos atletas. “O potencial técnico dessa equipe é muito grande, não tenho dúvidas que se estivéssemos participando da 1ª Divisão do Estadual com certeza éramos candidatos ao título da temporada”, disse Capela, lamentando as limitações físicas do grupo. Ou seja, como todos trabalham e alguns até estudam, para atuar no rendimento com qualidade a palavra chave será “superação”. “Eles terão que ter o prazer de vestir a camisa com as cores de Lages”, lembrou ao explanar o plano de trabalho na primeira reunião realizada semana passada.
Capela conversa com os atletas junto com o treinador Marquinhos 
Desta forma, os treinos com bola serão inicialmente realizados uma vez por semana, após as 22 horas, sendo que nos outros dias os jogadores ficarão livres para realizarem trabalhos físicos e competir por suas equipes. Quase todos disputam o futsal e a modalidade de futebol de campo dos Jogos Comunitários de Lages (Jocol), sendo que sem exceção, todos já disputaram pelo menos uma temporada do Estadual. 
Evandro e Edgar são acadêmicos e atletas da equipe
O grupo que hoje conta com 17 atletas é uma seleção da recente Copa Pinhão de Futsal (substituiu a Taça Lages), sendo que alguns são pra lá de experientes, já rodaram o País.É o caso do fixo, Edgar Duarte Camilo, 34 anos, 20 deles destinados ao futsal. Edgar foi lançado ao mundo da bola pesada na extinta equipe da Madeireira Aparício, depois foi jogar em Curitibanos e de lá ganhou o mundo, participando de várias edições da Liga Nacional até retornar a Lages na equipe do Caça e Tiro. Depois atuou mais alguns jogos no Rio Grande do Sul, microrregional do Jasc por Curitibanos e decidiu encerrar a cadeira dedicando-se ao curso de Educação Física. “Tenho uma vida no futsal, títulos, frustrações, oito cirurgias e muitas histórias para contar. Agora, quando o assunto é representar Lages parece que estou estreando, a motivação é grande”, destacou. Outro veterano de Estadual é o pivô Sidnei Galinho, duas vezes artilheiro da 1ª Divisão, mas que devido ao serviço não compareceu na apresentação do grupo, que tem ainda o goleiro Nezi que lembrou que devido as proximidades de Lages com as sedes dos Jogos Abertos muito poderão sair para jogar e ainda retornar para trabalhar. 
 Segundo o treinador Marquinhos, na Copa Amures a equipe defenderá o título, já que ano passado foi campeã, porém com o experiente Zé Elias no comando. Já no microrregional jogará em casa e caso avance disputará o Regional na cidade Rio do Sul e com grandes chances de classificação para o Estadual. “É o ano com menos dificuldades para se chegar no Estadual do Jasc” lembra o treinador, exemplificando que pelo fato de Joaçaba (time da Divisão Especial) ser a cidade sede não disputa o Regional e Rio do Sul que esta temporada não montou equipe seguirá o mesmo caminho de Lages, porém com uma grande quebra de plantel, já que vários atletas irão atuar por municípios adjacentes, deixando assim possivelmente em condições iguais a Lages. São três vagas em disputa. Durante a simbólica apresentação apenas oito dos dezessete convocados compareceram, os demais justiçaram a ausência. Rodolfo e Pablo machucados são outra preocupação para o treinador, que admitiu rever alguns casos e ate refazer a convocação do grupo. “Minha idéia é montar uma equipe ofensiva, que tire espaços no campo adversário. Temos várias peças de reposição, jogadores de nível, acredito que vamos fazer um trabalho vitorioso”, argumentou Marquinhos, que agendou para a próxima semana o início dos trabalhos com bola. E com a aproximação das competições ele pretende aumentar a carga treinos, chegando até a três por semana. “Podemos inscrever até 25 atletas, tem muita gente  de qualidade fora dessa primeira lista, vamos inicialmente delegar funções e na medida que tenhamos o grupo formado iniciamos a parte tática sem restrições” frisou.         

0 comentários:

Postar um comentário