TRABALHAR COM FUTEBOL ESTÁ CADA DIA MAIS DIFÍCIL

Temporada das surpresas no futebol
Olha para a tabela de classificação do Jocol e me coloco no lugar de alguns dirigentes e atletas. A “coisa” está ficando feia gente. Este ano na série “A” vai ter clube rebaixado já na sexta rodada. A não ser é claro, que se “compre” os três jogos que irão faltar (com os famosos churrascos e cervejadas) e que ainda a combinação de resultados dos adversários seja favorável, caso contrário: “bye”, “bye” elite! Só que, na crise em que vivemos, tem gente que já avisou: “Caímos e a hora que der a gente volta. O Jocol é de graça!”.


Não me canso de rir
Escutei essa e confesso a vocês, tenho risos até agora (kkkkkk). Burro é o cara que achar que o Jocol é de graça. Ao contrário do que muitos pensam, é o retorno de nossos impostos sendo investido em lazer e qualidade de vida, porém, com mais alguns reais a fora.

Analisem : 
O “camarada” monta uma equipe, só com amigos. Atletas do próprio bairro. Porém, mesmo que não dê um centavo “furado” para ninguém ele já tem o gasto de vir até a FME retirar as fichas. Depois volta devolver. Então ele retorna no Congresso Técnico (isso só no futebol).  Sempre fica uma ficha ou outra para a ultima hora. Ai entra na “net” para saber onde joga I(de preferência no meu site). Gasta com telefone para avisar jogadores, já que os famosos grupos do “zap-zap” não são suficientes, sempre tem um que não tem (ou não sabe mexer ou a mulher não deixa). Chega o dia do jogo leva jogador, trás jogador, coca ou cerveja depois do jogo. Lavação de uniformes......Bem, e segue a lista! Isso quando não se tem que vir defender “pé duro” metido a “boleiro” no tribunal. Traduzindo: O Jocol é de graça mesmo?
Imaginem
E tem gente que ainda paga para jogar. Todo mundo sabe os clubes que pagam aqui em Lages. E no final do ano ganham o que? Apenas a hegemonia, troféu, medalhas e “zefini”. Quer mais? Pague! Acredito que nessa temporada o mercado de contratações foi mais escasso, porque tem cada time. E ainda tem gente que reclama. Teve ano de clube gastar a quantia de R$ 20 a R$ 30 mil para montar um time campeão na série “A”. Isso se não foi mais! E ainda reclamam: dos campos, da arbitragem e da própria ignorância de alguns. Para ganhar o que mesmo? Troféus e medalhas. 

 A crise é geral!
A imprensa fugiu dos campos. Não se vê uma rádio transmitir jogos, afinal, os patrocinadores sumiram. Falta dinheiro, cortam-se gastos, e os primeiros são os considerados supérfluos – “mídia”. Hoje não temos um programa de esporte em Lages. As rádios “AM” que vão virar FM focaram no Inter de Lages (futebol profissional) e algumas não aguentaram acompanhar o clube, faltou apoio. A prefeitura cortou a mídia, resultado: saturou o mercado. É um blog ou outro com fotos e poucas escritas, várias vezes com um “assassinato” da língua portuguesa, afinal, é tudo informal. O que se salva é as fotos. A rapaziada que faz isso está de parabéns. Ainda bem que existe essa turma e sem eles, como seria?
JOCOL SEM MÍDIA É ASSIM.....ESCURO 
Pessoal que trabalha na FME, desde o secretário até o ultimo funcionário do quadro a gente tem que tirar o "chapéu", fazem milagre! Basta ver o orçamento de outros municípios. E tem gente que critica ainda. Porque não entra na política agora é a hora, depois vai lá e faz melhor....Porque? Teve uns aí que tentaram, falaram...falaram...não vi nada ao longo desses anos. Quero ver agora, com 100 candidatos pelo esporte de Lages.
Maior exemplo
Um dos caras que mais gosta de futebol em Lages, é o popular “Betão” do Cristal. Na semana que findou-se ele entregou de papel passado o time que já foi vice-campeão Amador para outro tocar porque disse estar “cansado” e por não ter dinheiro para manter. Até quando dura essa sua parada eu não sei, mas é o reflexo da falta de dinheiro
 Até o mais rico está chorando
Outro que disse que não formará equipe para o próximo campeonato Amador é o Delazir “Viagra” Manfrói, do América. Encontro ele em seu bairro na Cidade Alta e me conta que não pretende montar equipe. Ainda mais após o lamentável episódio da decisão do Amador, quando a “pancadaria” manchou o espetáculo. Delazir ressaltou que cobra a punição do Juventude, rival do bairro Gethal, segundo ele, causador da confusão. Bem, cada um tem a sua versão.

Sendo assim não me canso de ressaltar....gente, falar é fácil, fazer é difícil. Mas o mundo dá voltas e tem camarada aí que está chegando a sua hora de pagar dobrado todos seus desfeitos e desmandos com o esporte da cidade. A população cobra e não é mais burra. Saia a candidato meu querido, quero ser o primeiro a lembrar das vezes que você se escondeu para não me atender. 


 

0 comentários:

Postar um comentário