VAMOS DAR A VOLTA POR CIMA!!!

Bem gente,
Após certo tempo inativo de postagens em meu blog, atendendo a inúmeros pedidos voltei a atualizá-lo. Mas a inúmeros mesmo, não sabia que o pessoal gostava tanto assim de meus seletos erros de português. Bem, os “print” de dias anteriores falam por si.


O problema de saúde na qual estou passado e outras inúmeras situações particulares me deixaram por certo lado mais distante de algumas ações do esporte. A formação de opinião foi uma delas. Ao contrário do que se pensa, manter uma web blog atualizada custa dinheiro, tempo, fontes, ideias e, principalmente, coragem.

Coragem essa que muitos colegas (concorrentes) não as têm de se expressar. Seja por medo, virtude ou linha de trabalho, porque profissionais todos nós somos. Alguns bem remunerados (nem que sejam só para falar bem) outros nem tanto, e assim é o mercado da comunicação desportiva de Lages.


Nesse contexto enfrentamos uma crise também, que classifico como de identidade social e política, porque só quem fica parado reclamando sente. Financeiramente ela ataca. O mesmo serviço que você faz e cobra “X” ou cobrava né. Hoje vem um “louco”, despreparado com uma câmera na mão (agora é moda, todo mundo é repórter ou blogueiro) e faz por bem menos. Porém, a diferença se vê na qualidade.

Então vendo por esse e por outros lados, fiz um auto exame de consciência e talvez por erros também na vida social colaborei para essa pausa, inclusive até do meu próprio jornal, o Arquibancada, coisa que amo fazer. Aliás, o projeto Arquibancada não parou, apenas estou o editando conforme tenho dinheiro, afinal, estou devendo para algumas pessoas na cidade, mas com o triplo para receber, inclusive do Poder Publico.



Cheguei até a procurar emprego. Tendo ido até a pessoa na qual votei e pedi alguns votos e que me “prometeu”, porém de uma forma nada convincente, estou ate agora aguardando (pelo jeito vou cansar de esperar). Mas lembro que o mundo da voltas. Muitas voltas, e sendo assim vou tomar uma atitude, volto ativa, vou apoiar alguém politicamente, estou aberto a oportunidades e me segurem. Porque rabo preso muita gente tem (está na hora de dar nomes a muitos “bois”). De ameaças ando cheio, só que ninguém passou o que passei, vamos em frente. A vida segue. O esporte não para e quem sempre esteve ao meu lado continuará a ter o meu respeito. Agora os demais me aguardem, a vida de jornalista é assim mesmo. Nada cai do céu. Portanto, chegou a hora de provar nosso valor, porque capacidade a gente tem, e de sobra!  Quem não faz nada, sempre está disposto a criticar quem faz algo, portanto critique, o sol nasceu para todos, infelizmente só brilha para alguns.

0 comentários:

Postar um comentário