CAPOEIRA: ARTE AFRICANA NA QUADRA DO BAIRRO CANCELLI

Projeto filantrópico de capoeira revitalizou espaço público e agora necessita de ajuda para aumentar os atendimentos e você pode colaborar com idealizadores

Segundas e quartas-feiras, entre 20h e 21h30min, quem passa pelas adjacências da quadra de esportes do bairro Cancelli, com certeza já deve ter ouvido os cânticos de animação, os estampidos de movimentação corporal nas rodas de ginga e também as potentes notas musicais impostas pelos berimbaus, pandeiros e atabaques do grupo “Obra de Arte Capoeira”, que há pouco mais de cinco meses transformou o lugar.

O que antes estava em fase de sucateamento, hoje é uma das três casas do projeto iniciado ano passado pelo graduado “Moita” e pelo professor Fernando “Orangotango”, um adepto da arte africana que veio do Rio de Janeiro para presentear a rica cultura cascavelense na modalidade com a sua arte. Eles revitalizaram o local com um ciclo de reformas que ainda está em fase de acabamento e com ajuda da comunidade estão ministrando aulas, para crianças e adultos (a partir dos 05 anos de idade). A mensalidade é simbólica, apenas R$ 10,00, valor este que ajuda a custear a manutenção do projeto que é realizado também no bairro Melissa (ás terças e quintas) e no Distrito de Rio do Salto.


De acordo com João Paulo Costa de Souza, pai de um aluno e apoiador do projeto (foi quem nos enviou a pauta), o projeto é filantrópico, não tem apoio governamental e necessita de ajuda. Quem estiver interessado em colaborar ou até mesmo fazer uma aula, basta entrar em contato pelo fone (45) 99984.4088. No final do ano o grupo que também participa de competições almejam uma grande festividade para a troca de corda dos discentes, com data ainda a ser marcada. João lembra ainda, que todo ajuda é bem vida. Na ultima semana o policial e vereador Madril prestigiou uma aula do projeto e também garantiu que de alguma forma estará colaborando.   

0 comentários:

Postar um comentário